Fernando de Noronha em abril: como aproveitar durante o mês?

Você está pensando em visitar Fernando de Noronha em abril?

Fernando de Noronha é a ilha dos sonhos, desde os turistas até o ponto de relaxamento de diversos famosos. Impossível não concordar que Noronha é um paraíso, com tantos lugares que parecem pinturas vivas.

O que muitos não sabem é que Noronha está disponível, independente do clima, para atividades e turismo. Um dos destinos de ecoturismo mais cobiçados pelo mundo, a ilha tem muito a oferecer.

Durante os meses de agosto a fevereiro temos a estação seca, considerada o período de alta temporada, quando a ilha agita com inúmeros turistas. Já no período de março a julho é a chamada estação de chuvas, sendo os meses abril, maio e junho os mais chuvosos.

Calma! Isso não faz com que abril seja considerado um péssimo mês de viagem – muito pelo contrário.

Descubra neste artigo os benefícios de se viajar para Fernando de Noronha em abril.

Como aproveitar o melhor de Fernando de Noronha durante o mês de abril?

1. Fim do “swell”

Não precisa se assustar com as chuvas e deixar de viajar. Apesar de ser considerado um dos meses mais chuvosos da ilha, abril tem muito a oferecer aos visitantes. Principalmente por ser o período que caracteriza o fim do swell.

Swell – ou ondulação, em português – são as ondulações formadas por tempestades em alto mar e que criam ondas maravilhosas, desejos dos surfistas que visitam a ilha. Entretanto, não muito atrativas para os banhistas.

O fim do swell, portanto, representa uma ótima época para banhos mais tranquilos e seguros.

2. Snorkel

O snorkel é uma experiência incrível. Se o seu planejamento inclui viajar para Fernando de Noronha em abril, então, é totalmente possível praticar snorkel, apenas é necessário se afastar da beira das praias, pois estarão com águas ainda mais turvas devido ao movimento das pessoas.

As praias onde mais se pratica snorkel são: Sueste, Praia do Porto (com o atrativo da embarcação naufragada) e Atalaia.

Os valores para o snorkel são de R$ 50,00 aproximadamente, se você preferir um guia te mostrando a vida marinha e te apresentando os melhores pontos de observação.

3. Mergulho

Quem nunca sonhou em nadar com tartarugas marinhas e conhecer a flora aquática de Noronha, não é verdade? Inclusive, o ponto alto da ilha é ter um contato de perto com animais que não vemos tão facilmente em outros lugares.

Se você ama mergulhar e se perder na imensidão do oceano, pode vir no mês de abril que Noronha garante o passeio. Apesar das chuvas tornarem a água um pouco turva, com pouca visibilidade, o passeio ainda ocorre sem problemas.

A diversidade de pontos de mergulho na ilha é imensa. Desde os mais experientes até quem nunca mergulhou pode aproveitar, pois existem profissionais que te ensinam por onde começar.

Os melhores pontos de mergulho são:

  • Praia Sueste, que tem a presença obrigatória de um guia;
  • Corveta Ypiranga, que possui um navio da Marinha naufragado em 1983 e intacto até hoje.

Os valores variam de R$ 300 a R$ 450.

4. A beleza da vida noturna

A vida noturna de Fernando de Noronha não é muito voltada para baladas, mas você encontra diversas opções que envolvem bares e restaurantes no local.

O Bar do Cachorro é o mais animado da ilha, onde nativos e turistas se juntam para dançar forró e aproveitar a noite. Outro bar é o Muzenza, com uma pegada parecida com a do Cachorro. Opções não faltam.

5. A calmaria da Praia do Cachorro

Por conta do fim do swell, como já mostramos, as praias de Fernando de Noronha em abril tornam-se calmas, ideal para quem deseja nadar sem o medo das grandes ondas e aproveitar as águas, pois o mar fica calmo e relaxante.

Devido à calmaria, a Praia do Cachorro recupera sua faixa de areia, levada pelo swell, e volta a ter a chamada “praia urbana” na região. Além disso, todo o lugar torna-se mais tranquilo, sem agitações dos passeios e visitações nos pontos turísticos com muita gente.

Dessa forma, o sentimento é de que Noronha consegue ser particular, ótimo para você curtir à vontade com hospedagens em conta.

6. Gastronomia local apaixonante

Uma grande variedade de frutos-do-mar inunda as cozinhas dos restaurantes de Noronha, principalmente no centro da cidade. Lá, você encontra desde os mais em conta até os mais caros e refinados.

Em baixa temporada, normalmente também ocorre uma queda nos valores. Entre os restaurantes mais visitados, estão:

  • Restaurante Xica da Silva: com valores parecidos com cidades brasileiras, ou seja, dentro do esperado e com uma ótima comida;
  • Restaurante Varanda: este dispõe de um lugar agradável e música ao vivo. Muita gente adora o lugar e pode lotar rápido, então, chegue cedo. O restaurante tem excelentes comentários entre os visitantes;
  • Bar do Cachorro: por ser na praia, você pagará mais caro, já que a visão do mar e do pôr-do-sol são um espetáculo à parte. O ambiente é calmo, assim como a praia.

7. Mirante do Boldró

Além de toda a beleza natural, Fernando de Noronha também é carregada por pontos históricos que remontam a história da ilha. Conhecer a história é ainda mais enriquecedor, mas tudo depende do que você espera durante sua viagem.

Coloque na sua lista uma visita ao Mirante do Boldró. Localizado nas ruínas do Forte São Pedro do Boldró, o lugar possui vista magnífica durante o dia.

Ao entardecer, oferece aos visitantes uma tela pintada pelos céus. Um deslumbrante pôr-do-sol, ótimo lugar para fotos e recordações.

8. Vila dos Remédios e Forte Nossa Senhora dos Remédios

A Vila dos Remédios fica no centro de Noronha. Ao seu redor, estão os restaurantes, lojas, lanchonetes e a Igreja Nossa Senhora dos Remédios. Na Vila você também encontrará o Forte Nossa Senhora dos Remédios.

Uma dica é chegar na vila à tarde, separar um tempo para aproveitar o local e registrar tudo. Depois você poderá curtir um lindo pôr-do-sol e ficar no lugar para conhecer a vida noturna e encontrar gente de todos os lugares.

9. Passeios de barco em águas tranquilas

Em abril, o mar fica calmo, com águas tranquilas, o que possibilita excelentes passeios de barco.

Não tem como sua viagem ser interrompida por conta das chuvas, pois existem diversas atividades espalhadas pelo local.

10. Projeto Tamar

O Projeto Tamar, conhecido em todo o Brasil e em alguns lugares do mundo, cuida da preservação das tartarugas-marinhas e estuda animais marinhos em todo o Brasil.

No período da noite, ocorrem séries de palestras gratuitas no local e você ainda pode garantir aquele souvenir na lojinha de lembranças.

11. Pôr-do-sol mágico em Noronha

Fernando de Noronha não cansa de encantar. Com todas as atividades e passeios durante o dia, você ainda é contemplado com um espetáculo à parte. O maravilhoso pôr-do-sol na ilha é inesquecível.

Você terá um curto período para vivenciar o momento, então programe-se e escolha o lugar que desejar ser o palco para o pôr-do-sol. Dentro os locais mais comentados, estão:

  • Praia do Meio;
  • Praia do Porto (aproveite o Restaurante Mergulhão e sirva-se enquanto aprecia o show);
  • Capela São Pedro;
  • Praia do Bode;
  • Forte Boldró.

Se chover no dia, talvez você perca o momento, mas a maioria das pessoas vai para Noronha para passar pelo menos 4 dias e curtir tudo o que puder. Então, basta se preparar e separar o tempo certo para não perder nada.

Geralmente, o horário de pôr-do-sol na ilha ocorre às 18:30 hrs.

12. Trilha do Abreu (não exige guia)

Por ser de difícil acesso, a trilha não é recomendada para idosos e crianças.

Você percorre um caminho de 1200 metros com diversos obstáculos naturais e pode praticar flutuação no lugar, com colete e máscara de mergulho.

13. Trilha do Atalaia

Em especial, a Trilha do Atalaia é muito procurada entre os turistas, com muitos comentários sobre a experiência na trilha. Devido à alta procura, ela precisa ser reservada com antecedência.

Existe a opção da trilha longa e da trilha curta. A trilha longa leva 3 horas e meia e tem o acesso a duas piscinas naturais, onde cada pessoa só pode passar 30 minutos, acompanhada de guias que monitoram suas atividades. Tudo em prol da preservação da biodiversidade.

Como é o clima de Noronha em Abril?

Esse é um ponto muito importante, pois influenciará no que levar na mala e o que esperar dos passeios e aventuras em Noronha durante o mês.

Fernando de Noronha em abril marca a maior temperatura do mar no ano, com águas quentes e agradáveis. A temperatura fica entre 24 °C e 30 °C e o clima varia de períodos com chuva para períodos com bastante sol.

Devido ao período de chuva, a vegetação fica verde, com aparência saudável. Como o swell quase não existe, então o mar tranquilo garante uma viagem relaxante e recheada de aventuras.

O que levar na mala durante o mês?

Quem está acostumado a viajar, sabe que a mala precisa estar abastecida com alguns itens indispensáveis. Em uma viagem para Noronha não seria diferente.

Para garantir uma estadia sem muitos problemas, lembre-se de:

  • Protetor solar;
  • Roupas confortáveis e um casaco, por via das dúvidas;
  • Chinelos e rasteirinhas;
  • Roupa de banho e roupas de praia;
  • Repelente;
  • Medicamentos (caso use remédios controlados).

Preços de Fernando de Noronha em abril

Por ser uma época de chuva, o tempo faz com que muitos turistas desistam de viajar nesse mês, por medo de não aproveitarem tudo o que planejam, mas nessa época as chuvas são esporádicas, ou seja, não quer dizer que choverá diariamente.

Por isso, essa se torna a época de baixa temporada e uma das melhores para se viajar com economia. Todos os preços despencam consideravelmente, desde voos até hospedagens e passeios.

Então, se você busca uma viagem econômica, esse é o melhor período para você – e não se preocupe, pois, você aproveitará boa parte das atividades.

É hora de curtir Fernando de Noronha!

Não precisa ter medo de Fernando de Noronha em abril, pois apesar da chuva, a diversão ainda é garantida. Aproveite a baixa temporada, com preços maravilhosos e se jogue nesse lugar encantador!