Praia da Cacimba do Padre: mais um paraíso em Noronha

A Praia da Cacimba do Padre é a queridinha de Fernando de Noronha por ostentar cenários paradisíacos, ser ponte de acesso a outros símbolos de beleza na ilha e por ser uma referência para os surfistas.

Afinal, são 500 metros de extensão de águas cristalinas de tom esverdeado, areia fofa e branca, além das ondas radicais!

De fato, na Praia da Cacimba do Padre você tem a oportunidade de conhecer um dos cartões postais da famosa ilha de Fernando de Noronha: o Morro Dois Irmãos.

Além disso, ela também é porta de acesso para outros pontos turísticos como a Baía dos Porcos e a Praia da Quixaba, conhecida como “Quixabinha”.

Com o surfe, a Praia da Cacimba do Padre é referência para mergulhos incríveis e projetos ambientais.

Veja nos próximos tópicos mais detalhes de todas as atrações da Praia da Cacimba do Padre e como chegar até o local. Comece a arrumar as suas malas e viva esse paraíso!

Localização

Onde fica?

  • Mar de Dentro, Fernando de Noronha, PE.

Lugares próximos

  • Aeroporto de Fernando de Noronha (2 km);
  • Morro Dois Irmãos.

A praia se encontra próxima do aeroporto de Fernando de Noronha, a exatos 2 km sentido noroeste, proximidade que possibilita que você acesse o local através de agenciamento turístico ou por conta própria.

Como chegar?

Independente de onde você se hospede, não estará muito longe da Praia da Cacimba do Padre devido à ilha de Fernando de Noronha não ser muito grande.

Você pode se dirigir até as praias de ônibus. Dessa forma, há 2 pontos de partida: Sueste e Porto. O transporte passa de meia em meia hora na ilha das 7h às 22h.

O ponto de parada para acessar a Praia da Cacimba do Padre se chama “Basinha”. Portanto, salte neste ponto e caminhe por pelo menos 15 minutos até chegar à famosa praia dos surfistas e das tartarugas marinhas, no arquipélago mais amado da América do Sul.

Se quiser mais praticidade, você pode recorrer ao serviço de táxi de Noronha. Você pode solicitar em qualquer ponto da ilha, sem dificuldade. Isso, sem dúvida, é um avanço em relação a anos anteriores quando a telefonia e internet eram um problema. Mas hoje, felizmente, não mais.

Claro que, com esse serviço, você vai gastar mais em relação à viagem de ônibus que, até a data de publicação deste post, estava por R$ 5,00.

Outra possibilidade, certamente a mais divertida entre as opções disponíveis, é alugar uma moto ou um buggy. Locadoras de veículos não faltam em Noronha. Por R$ 100,00 (preço sujeito a alteração) você aluga uma moto por um dia e, por cerca de R$ 250, um buggy.

Pensa que acabou as opções de transporte? Pensou errado. Ainda há a boa e velha carona.

É comum ver pessoas pedindo e oferecendo carona na ilha. Sem dúvida, é a opção mais barata, mas confira se a pessoa está de fato indo na direção ou no lugar que você pretende.

Praia da Cacimba do Padre: cartão postal em Fernando de Noronha

Há muito o que curtir na Praia da Cacimba do Padre. Um local maravilhoso que vai render ótimas experiências e fotos. Confira a seguir suas principais atrações e como você pode aproveitar o que de melhor tem a oferecer.

Morro Dois Irmãos

Símbolo de Fernando de Noronha, o Morro Dois Irmãos trata-se de dois grandes rochedos, idênticos, sobre o mar da Praia da Cacimba do Padre e posicionados bem de frente à sua faixa de areia.

Para avistá-lo na praia, basta se dirigir à sua extremidade oeste.

Não precisa especular muito quanto ao nome do morro. Só de olhar, fica evidente. As pedras enormes são quase idênticas em proporção, largura e altura e também em estética, pois o aspecto das rochas e suas vegetações rasteiras também é idêntico.

Assim, há quem diga que as rochas lembram muito os seios de uma mulher deitada. É… de fato, parece, mas “Morro Dois Seios” talvez não ficasse tão bem nas propagandas de turismo.

Um show de beleza simétrica em ambiente paradisíaco que só um lugar como Fernando de Noronha pode proporcionar.

Aproveite o pôr-do-sol

A Praia da Cacimba do Padre é um ótimo lugar para esperar o pôr-do-sol. A vista é maravilhosa. Perfeita para fazer em casal, pois o cenário é super romântico. O melhor local para esperar pelo pôr-do-sol é justamente em frente ao Morro Dois Irmãos.

As pedras junto ao tom avermelhado do céu geram um efeito visual belíssimo.

Leve tudo o que for necessário: protetor, guarda sol, etc. Confira dicas do que levar na viagem aqui.

Surf na América do Sul? Praia da Cacimba do Padre!

Se, algum dia, um gringo te perguntar onde, no Brasil ou na nossa parte da América, tem um bom lugar para pegar altas ondas, diga sem titubear: Praia da Cacimba do Padre.

É o paraíso dos surfistas. Não à toa, o público que mais frequenta o mar dessa praia é composto em grande parte pela turma da prancha.

Mas, claro, a praia é liberada e recomendada para todo perfil de banhista. Não se intimide se nunca pegou uma prancha na vida. Não precisa pegar em nenhuma para aproveitá-la bem.

O que faz da Cacimba do Padre um bom local para a prática de surfe é o seu mar agitado que provoca ondas tubulares de cair o queixo.

No verão, as “ondinhas” da Cacimba podem chegar a 5 metros! Um verdadeiro paredão de água, muralhas a cada segundo que convidam a serem desafiadas pelos amantes do surfe e os que estão querendo fazer fotos e vídeos de cinema!

Não é de se estranhar que essa praia tenha sido incluída como uma das etapas do Circuito Mundial de Surf e de outros campeonatos. Sem dúvida, seus atrativos para esse esporte fortalecem o turismo da ilha para pessoas do mundo inteiro.

Se você é surfista, saiba que existe uma época certa para ir à Noronha, na Praia da Cacimba do Padre: entre dezembro e março.

Nade com os peixinhos

Bem, se você não pode ir nos meses de alta temporada, no fim de ano, carnaval ou outros feriados, devido à alta procura e o consequente aumento de preços, há outras atividades interessantes para se fazer na Praia da Cacimba do Padre nos outros meses.

Por exemplo, de agosto a novembro, o lugar se torna um ótimo cenário para fazer mergulhos. Esses meses são de águas calmas, condição perfeita para mergulhar e ter acesso à vida subaquática do local.

Dessa forma, o roteiro ideal para fazer um mergulho proveitoso e seguro é alugar um equipamento de mergulho na ilha. Não é barato, é um pouco mais do que 2 aluguéis de buggy, mas não tenha dúvida: vale muito a pena.

Você terá a oportunidade rara de mergulhar nas águas verdes e cristalinas de uma praia como a da Cacimba, conhecer o interior do mar, ver de perto diversas espécies de peixes e corais de recifes belíssimos.

Verá a natureza por outros olhos depois dessa experiência fantástica e sentirá uma paz surpreendente navegando junto aos peixes e conferindo o visual deslumbrante das profundezas do mar.

Um dos lugares mais incríveis que se pode estar. Vale o investimento!

Tartarugas marinhas? Conheça o Projeto Tamar!

A Praia Cacimba do Padre é conhecida também como “praia das tartarugas” por ser um local de desova desse animal marítimo. Não é raro avistar tartarugas caminhando para o mar durante passeios com a família nessa famosa praia do Brasil.

Para ver de perto esses animais, acompanhar a captura e liberação das tartarugas para o mar para estudos científicos e trabalho de preservação, entre em contato com o Projeto Tamar ou ICMBIO.

Esses projetos são responsáveis pelo trabalho de monitoramento e preservação da espécie e fazem iniciativas abertas ao público para promover suas causas. Confira mais informações aqui.

Trilhas Praia da Cacimba do Padre

Há várias trilhas que passam, iniciam ou finalizam na Praia da Cacimba do Padre.

Pela praia você tem acesso à Baía dos Porcos, Vila dos Remédios, Praia do Golfinho, Bode, Boldró, Quixabinha, Baía do Sancho e muito mais.

As trilhas são indicadas para quem tem preparo físico, pois algumas duram horas! Mas quem tem fôlego garante que a caminhada compensa, pois, se tem acesso a paisagens e praias espetaculares.

Perguntas e respostas

O que significa Cacimba do Padre?

u201cCacimba do Padreu201d faz referência ao clérigo Francisco Adelino. Ele foi o responsável por descobrir uma fonte de água próxima à região da praia. A descoberta foi importantíssima para os moradores, pois ficaram livres do trabalho de ter que tratar a água da praia para torná-la potável.