Trilha do Atalaia em Noronha: Como são as Trilhas Atalaia Curta e Atalaia Longa?

Fernando de Noronha é um dos destinos brasileiros com mais opções para se curtir a natureza. Entre os passeios favoritos do público que vai até o local, está a Trilha do Atalaia, sem dúvida a mais conhecida da região.

Qual é o brasileiro que nunca ouviu falar maravilhas deste arquipélago que fica no território de Pernambuco? Mesmo sendo uma viagem relativamente cara, ela é o sonho de muitos de nós.

Por ser um passeio que passa por toda a costa litorânea da área conhecida como Mar de Fora da ilha, esta trilha é um chamariz de turistas que visitam o lugar.

Você quer saber se vale a pena fazer a Trilha do Atalaia em Noronha?

Então continue lendo este texto, pois eu examinei cada ponto possível para que você tome a sua decisão.

Como chegar em Fernando de Noronha?

A primeira coisa que você deve saber se quiser viajar para Noronha é que não é possível fazer uma viagem de última hora para a ilha. Isso porque, além de ser custosa, esta é uma viagem que demanda planejamento.

Por ser uma reserva natural, há um limite de pessoas que podem entrar anualmente no local. Além disso, todos os visitantes devem pagar uma taxa para a preservação ambiental da região.

Mesmo tendo seu próprio aeroporto, o arquipélago de Fernando de Noronha só recebe voos de dois lugares: Natal e Recife. Por isso, ao planejar o seu passeio à ilha, é necessário planejar a sua ida até uma das duas capitais e, então, o deslocamento até Fernando de Noronha.

Pelo começo: se situando em Fernando de Noronha

Ao programar o seu roteiro para Fernando de Noronha, é importante ter uma visão básica de como a ilha se divide.

O arquipélago é separado em duas partes: uma chamada Mar de Dentro, que envolve toda a costa que está virada para o Brasil, e o Mar de Fora, cuja face é virada para a África.

A Praia do Atalaia – e, portanto, a Trilha do Atalaia – fica na parte do Mar de Fora da ilha.

O que é a Trilha do Atalaia, Noronha?

A Trilha do Atalaia é a trilha mais famosa do arquipélago de Fernando de Noronha.

Diariamente, de 5 a 6 grupos de até 16 pessoas saem pelo trajeto para explorar um dos pontos mais bonitos da ilha. Ao total, são permitidas que 96 pessoas façam as trilhas a cada dia no arquipélago.

No entanto, este número pode variar de acordo com a maré e o assoreamento do local no dia.

Por isso, fique atento e conte com um pouco de sorte para que o seu passeio aconteça normalmente.

Para evitar dores de cabeça, chegue cedo ao local onde se faz a reserva para este passeio. Vou explorar mais este assunto nos tópicos abaixo.

Há duas opções de trilha: a curta, com cerca de 1,5 km, e a longa, com mais de 6 km de extensão.

As duas saem do PIC (Posto de Informação e Controle) do Atalaia, que fica no bairro da Vila dos Trinta. Apesar de ser um pouco mais afastada do centro comercial de Fernando de Noronha, a Vila dos Trinta é um dos locais mais charmosos do arquipélago.

Se tiver tempo, chegue mais cedo ao local para fazer um passeio pela região antes de se juntar ao seu grupo de trilha. Mas, atenção: é necessário chegar pelo menos 20 minutos antes do horário marcado para a saída do grupo.

Tanto a Trilha do Atalaia Longa quanto a Curta param na piscina natural do Atalaia, um dos maiores pontos turísticos de Fernando de Noronha.

Trilha do Atalaia Curta

A Trilha do Atalaia Curta é, como disse anteriormente, uma versão menor do passeio completo pelo litoral noronhense.

Nela, há uma demarcação bem clara dos espaços que devem ser percorridos e, por não ser de alta dificuldade, pode ser completa pela maioria das pessoas.

Essa trilha leva até a piscina natural do Atalaia, um dos maiores pontos turísticos de Fernando de Noronha.

Neste passeio, não é necessário a presença de um guia. Ele leva os visitantes até a 1ª piscina natural da região, que fica na frente da Pedra do Frade.

Trilha do Atalaia Longa

Esta é a trilha mais procurada de Fernando de Noronha.

A Trilha do Atalaia Longa passa por toda a parte litorânea do Mar de Fora de Fernando de Noronha (ou seja, aquele virado para o continente africano). Por fim, ela termina na Praia da Caieira.

Assim como a trilha curta, sua primeira parada, após cerca de 30 minutos caminhando, é na piscina natural do Atalaia.

Além das três piscinas naturais que são visitadas durante o caminho, quem opta pela Trilha do Atalaia Longa pode se maravilhar com a vista suntuosa de Fernando de Noronha. Nesta trilha, é possível inclusive fazer paradas estratégicas em mirantes que ficam no local.

Com um nível de dificuldade maior e passando por pedras vulcânicas e caminhos estreitos, esta trilha é recomendada apenas para quem já tem algum preparo físico. Além disso, é obrigatório que um guia credenciado acompanhe o grupo pelo trajeto.

Piscinas naturais

Todas as piscinas naturais de Noronha são casa da exuberante vida marinha do local. Mesmo quem visita apenas uma das piscinas do Atalaia já consegue ver diferentes espécies de peixes, polvos, corais e outras criaturas do mar.

Quem faz a Trilha do Atalaia Curta pode visitar a 1ª piscina natural que fica na região. Já quem faz a Trilha Longa pode continuar o caminho pelas falésias do lugar até a 2ª e 3ª piscinas naturais que existem por lá.

Em todas elas, há um limite de tempo para mergulho, número de pessoas e normas de conduta a serem seguidas.

Na 1ª piscina, acessada tanto por quem opta pelo caminho longo quanto pelo curto, cada mergulho de snorkel (máscara de mergulho) não pode durar mais de 30 minutos, e são permitidas apenas 16 pessoas por vez.

Normas de conduta

Como disse anteriormente, existem algumas regras a serem seguidas por quem quer fazer as Trilhas do Atalaia, sejam elas curtas ou longas.

Em primeiro lugar, é proibido o uso de repelente de mosquito e protetor solar antes de entrar na piscina. Essa proibição se dá porque os elementos presentes nestes produtos podem contaminar a água das piscinas naturais.

Todos os visitantes devem estar vestindo coletes salva vidas, já que é proibido encostar alguma parte do corpo no fundo das piscinas. Alguns itens de mergulho, como pés de pato, e para tirar foto, como paus de selfie, também são proibidos.

Por fim, não se pode jogar lixo no meio ambiente, perseguir os animais do local ou levar algo que estava em seu habitat natural. Além disso, é importante levar a sua própria comida e garrafa d’água, já que não há nenhuma infraestrutura nessas praias.

Quanto tempo dura a trilha do Atalaia?

A Trilha do Atalaia curta dura 1h30 no total, sendo 30 minutos de ida, 30 na piscina natural e 30 para voltar. No entanto, contando a organização dos grupos e todos os outros trâmites, o percurso geral pode durar em torno de 2 horas.

Em compensação, a Trilha do Atalaia Longa dura mais de 4 horas em sua totalidade. Para se planejar com tranquilidade, pense que ela ocupará entre 4h30 e 5 horas do seu dia.

Além disso, o site oficial do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha pede para que os visitantes cheguem pelo menos 20 minutos antes do horário combinado de saída.

Quanto custa fazer a Trilha do Atalaia?

Para fazer qualquer uma das trilhas que ficam dentro do Parque Nacional de Noronha, é necessário pagar o valor do ingresso para o local. Ele custa R$126 para brasileiros e R$251 para estrangeiros.

A compra dos ingressos pode ser feita no site oficial do Parque Nacional Marinho de Noronha.

Além disso, todos que visitam Fernando de Noronha devem pagar uma taxa para a preservação ambiental do local, como dissemos.

Como agendar a Trilha do Atalaia?

Para fazer qualquer uma das duas trilhas, é necessário fazer o agendamento prévio da atividade.

Para fazer isso, é necessário ir até o Centro de Visitantes ICMBio, que fica na Vila do Boldró em Noronha. O local funciona todos os dias das 16h às 19h.

Como as vagas são distribuídas de acordo com a chegada no local, o mais indicado é fazer sua reserva já no primeiro dia que estiver na ilha. Os totens onde se pode fazer o agendamento funcionam a partir das 17h, e o atendimento é feito a partir da ordem numérica das senhas distribuídas no local.

Quer uma dica? No dia do agendamento, vá cedo para pegar uma senha no local e, depois, aproveite para fazer uma visita ao Projeto Tamar, que fica praticamente do lado do Centro de Visitantes ICMBio. Às 17h, volte ao ICMBio para poder fazer a sua reserva da trilha em um dos totens disponíveis.

Vale a pena fazer a Trilha do Atalaia?

A Trilha do Atalaia é a trilha mais procurada de Fernando de Noronha. Não são muitas vezes na vida que alguém tem a oportunidade de ver de perto uma das regiões com maior biodiversidade do mundo.

Quem tem condições físicas e puder fazer a Trilha do Atalaia Longa, poderá desbravar três das melhores piscinas naturais que existem no planeta.

Para além de lindos peixes, polvos e corais, há registros de pessoas que encontraram tartarugas e até mesmo filhotes de tubarões nas piscinas.

Se você gosta de se aventurar pela natureza este é, sem dúvidas, um passeio que você não pode deixar de fazer.

Agora, caso o seu físico não permita que você faça um caminho muito dificultoso, opte pela Trilha do Atalaia Curta.

Mesmo tendo uma extensão menor que a outra, ela também é deslumbrante.

Conclusão

Definitivamente, viajar para Fernando de Noronha não é das viagens mais baratas que existem para se fazer. Entretanto, os cenários deslumbrantes e a vida marinha da região compensam o dinheiro investido no passeio.

Se você estiver por lá e puder se planejar, a Trilha do Atalaia será uma oportunidade incrível para conhecer alguns dos redutos naturais mais bem guardados e preservados da humanidade.

Em compensação, se, ao final deste texto, achar melhor não fazer o passeio, não tem problema! Fernando de Noronha é um lugar cheio de atividades para se fazer e você, com certeza, não sairá triste da ilha.

Fazendo ou não a Trilha do Atalaia, Fernando de Noronha é um destino que reserva mil e uma surpresas e aventuras para os seus visitantes.

Seja passeando pela ilha principal, conhecendo algumas de suas inúmeras feirinhas, conversando com nativos, praticando esportes, mergulhando ou apenas relaxando, não existe a possibilidade de sair do arquipélago achando que não valeu a pena a visita.

Agora é com você! Vai fazer a Trilha do Atalaia? Se sim, qual das duas? Deixe um comentário abaixo nos contando a experiência!