Vale a Pena Fazer o Ilha Tour em Noronha? Confira os Detalhes desse Passeio

Vale a pena fazer o Ilha Tour em Noronha porque, entre outras razões, este é um dos atrativos mais procurados pelos turistas. Ele é realizado em veículos 4×4, perfazendo um tour completo para o reconhecimento de Fernando de Noronha.

De fato, o Ilha Tour em Fernando de Noronha permite que os visitantes conheçam as belezas naturais e a biodiversidade. Também proporciona inúmeros passeios e atrações, para que os turistas aproveitem Fernando de Noronha da melhor forma possível.

Antes de mais nada, conhecer certos aspectos a partir do Ilha Tour em Fernando de Noronha certamente incrementará a sua viagem, seja ela realizada em grupo, individualmente ou com crianças.

Localização

O Ilha Tour em Fernando de Noronha realiza-se na ilha que, por sua vez, está localizada na região Nordeste, pertencente ao estado de Pernambuco.

Na verdade, trata-se de um arquipélago – ou conjunto de ilhas – banhado pelo Oceano Atlântico.

Atualmente, Fernando de Noronha está sob a administração do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Conservação de Biodiversidade).

Onde fica?

Conforme mencionado, Fernando de Noronha fica em Pernambuco, a cerca de 545 km da capital do estado, Recife. Nesse sentido, o Ilha Tour em Fernando de Noronha é realizado nesta localidade.

Lugares próximos:

Por se tratar de um arquipélago, o local mais próximo é o Oceano Atlântico.

Vale ressaltar, no entanto, que o Ilha Tour em Fernando de Noronha atua sobre uma área com 26 km de extensão. Destes, 17 km pertencem à ilha principal de Fernando de Noronha – a única habitada.

Além disso, Fernando de Noronha conta com mais de duas dezenas de ilhas secundárias, cuja visitação depende de uma licença oficial do IBAMA. Assim, o Ilha Tour em Fernando de Noronha não as atinge.

Ilha Tour em Fernando de Noronha

Dentre as atividades turísticas da ilha, o Ilha Tour se destaca como a mais importante. Há diferentes formas de passeio.

Mas, de modo geral, consistem em percursos em grupo ou privativos, abrangendo localidades de grande interesse dos visitantes, como a Baía do Sueste e a Baía dos Porcos.

A modalidade em grupo do Ilha Tour é composta por conjuntos que podem ir de seis a dez pessoas. De fato, o grupo vai devidamente acompanhado por um guia.

Assim, o guia auxiliará em nas visitações à Baía do Sueste, à praia do Meio e qualquer outro destino. Os veículos utilizados são jipes ou caminhonetes.

Por sua vez, os passeios privativos, que levam os turistas a locais como a praia do Porto, a praia do Sancho e a Baía do Sueste, são geralmente feitos em buggy. O benefício dos passeios particulares consiste na possibilidade de selecionar o roteiro e o tempo de paradas nas localidades escolhidas.

O programa permite que os turistas conheçam boa parte da ilha, bem como os diversos cenários (praia do Porto, praia do Sancho, entre outros) que Fernando de Noronha oferece.

Ademais, é a primeira chance, conforme mencionado, para compreender as características geográficas da ilha e conhecer fatos curiosos e a história de locais como a Baía do Sancho e a praia do Sancho.

Pausa para o almoço!

Como o passeio não inclui almoço, se você estiver na ilha pela primeira vez, convém seguir a recomendação de restaurantes do seu guia. Mas, se você também está procurando boas opções, listamos os restaurantes mais baratos em Noronha, confira!

O seu passeio pode seguir uma sequência diferente – começando ou terminando, por exemplo, pela praia Cacimba do Padre ou pela praia do Sancho – a depender da variação registrada pelas marés, o período do ano, as especificidades da agência de turismo, dentre outros fatores.

Não obstante, os locais visitados são sempre os mesmos neste passeio (como a Vila dos Remédios e o Morro Dois Irmãos).

É necessário adquirir, para o passeio, uma carteirinha que concede acesso ao Parque Nacional Marinho. O documento vale por dez dias, devendo ser comprado na própria sede do Instituto Chico Mendes de Conservação de Biodiversidade (ICMBio) ou em algum dos outros três pontos de acesso.

Projeto Tamar

O projeto Tamar, isto é, a sua sede, representa a primeira parada do passeio que, posteriormente, também passará pelo célebre Morro Dois Irmãos. Esta visitação, ainda que breve, faz com que o passeio realmente valha a pena.

Embora a maioria dos turistas esteja ávida por conhecer as praias e pontos turísticos famosos, como o Morro Dois Irmãos, o passeio ao projeto fornece explicações sobre os trabalhos efetuados na ilha.

Além disso, há também informações sobre a programação dos eventos e das ações de defesa da biodiversidade.

Todos os dias são apresentados, na sede, eventos culturais, filmes ambientais e palestras educativas.

Além do passeio pelas belas praias do arquipélago (como a praia da Conceição), você poderá, assim, elevar sua consciência ecológica.

Dito de outra forma, antes de se dirigir a pontos interessantes, por exemplo, a praia Cacimba do Padre, o Museu do Tubarão ou o Mirante do Boldró, você não se arrependerá de usufruir das atividades interessantes do projeto Tamar que, além disso, prescindem de agendamentos prévios e são gratuitas.

Cacimba do Padre

Na continuidade do roteiro, você pode chegar ao mirante da praia do Leão, ao mirante do Boldró, à praia do Cachorro, além de conhecer outras belas praias. No entanto, um dos passeios mais frequentes é aquele que parte da Baía dos Porcos (ou Cacimba do Padre), visando proporcionar um outro ângulo da ilha aos visitantes.

Em sua viagem por Fernando de Noronha você notará que, à distinção de locais específicos como o “Buraco da Raquel”, a Cacimba do Padre conta com uma faixa de areias claras, belo mar e, de quebra, “hospeda” o Morro Dois Irmãos.

Se você realizar sua viagem a Fernando de Noronha entre os meses de dezembro e março, fique atento para o fato de que as ondas tendem a ser altas – ideais para o surf, motivo pelo qual a localidade recebe diversos campeonatos deste esporte.

Praia do Porto

Nessa parada da viagem, você poderá conhecer o mencionado Museu do Tubarão, com seu acervo completo acerca da fauna marinha em Fernando de Noronha.

Adiante, será possível visitar o local chamado de “Buraco da Raquel”, célebre tanto pelas lendas que o rondam quanto pela relevância para o desenvolvimento das mais variadas espécies marinhas.

Piscinas naturais são formadas nos períodos de maré baixa em Fernando de Noronha. Infelizmente, porém, os banhos neste local são proibidos.

O mergulho realizado junto à praia do Porto é permitido. Porém, há uma zona restrita somente aos pesquisadores e cientistas que trabalham em Fernando de Noronha. Mas, não é preciso nadar por longas distâncias ou abandonar o colete salva vidas para conseguir observar diversos animais.

Capela de São Pedro

O tour faz uma parada na Capela de São Pedro e, também, na Ponta da Air France – mirante com vista para as ilhas secundárias e para o mar do arquipélago de Fernando de Noronha.

Esta região é histórica, pois os franceses se instalaram por lá na década de 1920 – época em que o meio de comunicação entre as pessoas era consideravelmente menos desenvolvido.

De acordo com o guia, o estabelecimento dos franceses no local tinha o fim de prestar o suporte necessário à aviação.

Muitas pessoas se surpreendem ao saberem que este ponto é exatamente propício! Afinal, é nesse ponto, em Fernando de Noronha, que encontra-se  entre o mar de dentro (que é mais calmo) e o mais agitado (ou mar de fora). Assim, também não é permitido o banho por ali.

Baía do Sueste

Ao chegar à Baía, o guia informa às pessoas sobre a possibilidade de iniciar o mergulho, na ilha de Fernando de Noronha, com tubarões e tartarugas marinhas. Este é, em geral, o primeiro local (para o mergulho de superfície) escolhido pelo guia.

Assim como o Forte do Boldró – por outros motivos – a Baía do Sueste é uma das localidades mais interessantes em Fernando de Noronha, possibilitando que, seguindo as orientações do guia, os turistas mergulhem no alagado dos tubarões.

Por mais que você se encante com as incontáveis atrações do arquipélago – como a Vila do Boldró ou o Bar do Meio – nada se compara a esta praia que, de acordo com o guia turístico, conta com baía mais bem protegida.

Em função das ilhas que a circundam, o mar é calmo e ideal para mergulho livre.

Parque Nacional Marinho

O Parque Nacional Marinho está localizado no interior da Baía do Sueste.

Portanto, sua entrada depende da apresentação de um ingresso específico (o seu guia de turismo pode informá-lo acerca desses procedimentos).

Ali, os visitantes podem apreciar a vida marinha e ter uma experiência diferente, por exemplo, da propiciada pela Trilha do Atalaia.

A restrição da atividade de mergulho é um exemplo das medidas que o Parque adota para proteger esse ambiente único. Cumpre ressaltar que, diferentemente de atrações como a Vila do Trinta ou o Porto de Santo Antônio, a praia é divida em 3 áreas que, por seu turno, são separadas por boias.

Para a realização do mergulho livre, fique atento às dicas de segurança: no lado direito, é preciso utilizar colete flutuador. No centro, os banhos são livres e, eventualmente, permitem o contato com animais marinhos, principalmente ao pôr do sol.

À noite, uma das melhores dicas gastronômicas é aproveitar as delícias oferecidas pela pizzaria Forno Noronha.

Mirante do Boldró

O Mirante do Boldró é outra das dicas imperdíveis. Este verdadeiro cartão postal de Fernando de Noronha permite a realização de passeios sob um impressionante pôr do sol.

Além do pôr do sol, há outros detalhes impossíveis de descrever, como os mergulhos utilizando snorkel – experiências que só podem ser compreendidas, na íntegra, por quem visita o local.

O sol brilhando sobre a natureza preservada, o mergulho com snorkel, o visual deslumbrante, os shows de música ao vivo (amplamente elogiados tanto pelo público quanto pela crítica especializada)…

Enfim, existem incontáveis detalhes capazes de deixar o clima da sua viagem ainda mais interessante.

Mirante da praia do Leão

O mergulho com snorkel também é bastante comum na praia do Leão.

O roteiro oficial do Ilha Tour realiza uma passagem bem rápida por lá, de modo que, caso fique mais dias em Fernando de Noronha, é altamente recomendável incluir o Mirante da praia do Leão no seu roteiro pessoal e, assim, aproveitar um dia de sol nesta bela praia.

O seu roteiro não ficará completo sem um mergulho com snorkel na praia do Leão. Na dúvida, colha informações com os demais turistas ou conhecidos que já passaram pelo local: certamente, eles também se impressionaram com a vista panorâmica.

Praia do Sancho

O passeio de buggy por lugares como o Mirante dos Golfinhos e pela praia do Sancho é um dos mais tradicionais em Fernando de Noronha. Entretanto, nem tudo é simples: você deve apresentar, reiteramos, um ingresso especial para entrar no parque marinho.

Semelhantemente aos roteiros da Baía do Sueste, esta praia é um dos lugares com melhor infraestrutura de trilhas suspensas, lanchonetes, lojas, banheiros e tudo o que é necessário para assegurar o conforto dos roteiros turísticos.

Uma vez na praia do Sancho, sejam quais forem os lugares a partir dos quais escolher partir, bastará uma breve caminhada para chegar ao famoso Mirante e, desse modo, contemplar uma das praias mais lindas de todo o mundo.

Quais são os prós e contras do Ilha Tour em Noronha?

O Ilha Tour em Fernando de Noronha oferece a vantagem de colocar os turistas em contato direto com um local muito bem conservado e devidamente preocupado com a biodiversidade, como na praia do Leão.

O ponto negativo do Ilha Tour em Fernando de Noronha e da ilha em si consiste no fato de ser um destino turístico dos mais caros no Brasil.

Afinal, por ser um arquipélago, tudo o que existe em suas praias e demais atrações vem do continente – o que contribui para a elevação dos preços.

Vale a pena fazer o Ilha Tour em Noronha?

É natural que muitos turistas tenham dúvidas quanto à conveniência de fazer o Ilha Tour em Fernando de Noronha. Afinal,  na realidade, os visitantes retornam mais de uma vez aos mesmos locais – como a praia do Leão.

No entanto, o Ilha Tour em Fernando de Noronha é um passeio válido, especialmente para quem passará poucos dias em Fernando de Noronha. Neste passeio, você conhecerá muitas atrações, tais como a praia do Leão, em apenas um dia.

Aliás, mesmo se você tiver mais tempo para ficar em Fernando de Noronha, aproveitando atrativos como a praia do Sueste, o Ilha Tour em Fernando de Noronha continua sendo válido.

Por meio do Ilha Tour, é possível se identificar com localidades como a Baía dos Porcos e a praia do Sueste. Também podem ser aproveitados e vistos os demais elementos da geografia do arquipélago. Dessa forma, você poderá  selecionar os locais que vale a pena revisitar.

Obviamente, haverá muitos lugares além da praia do Sueste ou da Baía dos Porcos que podem ser visitados posteriormente ao percurso realizado pelo Ilha Tour.

Informação e visita a lugares incríveis!

Outro aspecto que torna o Ilha Tour indispensável pode ser encontrado nas informações transmitidas pelos guias turísticos. Durante o Ilha Tour, eles narram fatos históricos e curiosos da ilha e de seus pontos turísticos, como a praia do Sueste e a Baía dos Porcos.

Então, se você quer conhecer muito do que Fernando de Noronha tem a oferecer, mesmo em pouco tempo e sem pagar tão caro, o Ilha Tour é para você.

Perguntas e respostas

Quanto custa o Passeio Ilha Tour em Fernando de Noronha?

O peço do Passeio Ilha Tour gira em torno de R$ 260, durando cerca de oito horas, com 2 horas de intervalo destinado ao almoço (não incluso).